A adega da Quinta das Amendoeiras é nova, sim, mas sem deixar de ser velha, fruto que é da remodelação de um edifício centenário.

O projecto, assinado pelo arquitecto Paulo Viana, preservou as velhas paredes de xisto e granito e dois lagares originais. Outros dois lagares foram removidos para em seu lugar se introduzir o equipamento mais moderno.

Velhos lagares de granito e modernas cubas de aço inox com bombas de remontagem e controlo de temperatura convivem bem naquele espaço, e ilustram a maneira como se quer viver a relação entre tradição e tecnologia na Quinta das Amendoeiras.