Blog

Porque, sendo Negreiros, “Reserva” é Reserva

Apesar de ter sido aprovado com notação máxima pelo IVDP, o que nos autorizaria a chamá-lo de “Reserva”, “Grande Reserva”… o que quisermos, o Negreiros 2009 será só o que é: Negreiros 2009.

Não queremos contribuir para a banalização das menções “Reserva”, etc. Por isso, desde que começámos a fazer o nosso próprio vinho, em 2004, fizemos só um “Reserva” (em 2007). Porque era mesmo um Reserva, ou seja, era um vinho que foi reservado, separado dos outros, e que, devido às suas características especiais, engarrafado separadamente dos outros do mesmo ano.

O Negreiros 2009 é fruto da mistura de vários num único lote. Embora autorizado, pela sua qualidade, a chamá-lo de “Reserva”, não o posso fazer, porque estaria a contar mal a sua história. Se algum dia vier a fazer o melhor vinho do mundo, se não for fruto de uma separação do lote geral, poderá receber todos os títulos, menos o de “Reserva”. É uma questão de respeito.

Saúde!

Mário Negreiros

Leave a reply

Fields marked with * are required